Estadão vê modelo do MBE como nova tendência

Jornal Estado de São Paulo defende que especializações executivas como o MBE são o futuro.

Matéria do Estadão sobre MBAs

Clique para ampliar.

Você sabe o que significa a sigla da Pós-Graduação em meio ambiente da Coppe, MBE? Master Business in Enviroment, em inglês, tem o sentido de Especialização Ambiental em Negócios. Com o nome inspirado no clássico MBA, voltado para administração, o MBE destaca-se cada vez mais por ser uma espécie dos chamados MBs Executivos, em que o aluno continua trabalhando e estuda para colocar os conhecimentos em prática em sua atividade profissional.

Em sua edição de 24 de fevereiro de 2015, o jornal Estado de São Paulo reconhece os novos MBs como a nova tendência em relação ao modelo centenário do MBA. “As carreiras estão se tornando cada vez mais flexíveis. Não dá para atender a todos os profissionais com os cursos já existentes”, relata Cláudia Gonçalves, consultora de carreiras, a respeito de uma das grandes vantagens dos novos MBs: são mais específicos em seus programas, como o MBE é focado na área ambiental.

Pioneira neste tipo de pós-graduação, a Coppe/UFRJ lançou os cursos MBE (meio ambiente) e MBP (petróleo e gás) em 1998, acreditando em um modelo que servisse realmente para que diversos profissionais pudesse se especializar nessas áreas tão demandadas em nosso tempo. Além disso, o objetivo sempre foi passar ao aluno conhecimento que pudesse ser utilizado no meio corporativo, em negócios reais de petróleo e gás e meio ambiente.

Matéria Estadão: MBA Meio Ambiente

Clique para ampliar.

 

Confira a matéria na versão digital em: http://goo.gl/6YKOVB