Entrevista || Ecoturismo: Uma ferramenta para o desenvolvimento sustentável

Entrevistamos o ex-aluno da 36ª turma do MBE, Ricardo Schwab, biólogo executor técnico na Empresa CTA Serviços em Meio Ambiente ltda.

Sobre o aluno:
Nome: Ricardo Schwab Dias Carneiro
Turma: MBE 36
Formação:
Ciências Biológicas Bacharelado – Faculdades Integradas Maria Thereza – Tema de monografia: Despoluição da baía de Guanabara.
Especialização  Executiva em Meio Ambiente – MBE – COPPE/UFRJ.
Biólogo executor técnico na Empresa CTA Serviços em Meio Ambiente LTDA no Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos – PMP – BS
Profissão: Biólogo

Esse tema foi escolhido por mim por satisfazer alguns critérios que estabeleci. O trabalho de conclusão de curso foi uma oportunidade de estudar, conhecer e aprimorar uma área de interesse profissional. Além disso o ecoturismo me chamou muita atenção pela contemporaneidade, por ser cada vez mais representativo dentro do seguimento do turismo e este por vez é uma das mais importantes atividades econômicas. Além disso sempre tive o anseio pessoal de efetivamente contribuir para preservação, recuperação e gestão de áreas naturais.
O ecoturismo é uma atividade econômica com elevada importância que gera distribuição de renda e benefícios econômicos para a região, elevando a demanda por toda prestação de serviço local, além da alteração de valores e costumes devido ao grande fluxo de turistas e novos residentes, causando uma mudança visual e estrutural. Devido à enorme diversidade geográfica do Brasil, o espaço em que atua a atração ecoturística e o espaço urbano estão mesclados e convivem mutuamente. Dessa forma, o urbanismo é um forte aliado ao ecoturismo e é provável que a não aplicação de seus preceitos leve à falência do ecoturismo pela inevitável degradação ambiental e queda da qualidade de vida da população local, entre tantos outros fatores. Uma região deve estar preparada e organizada para crescer, hospedar um fluxo de turistas e garantir uma locomoção adequada.
A população como um todo tem passado por uma mudança da consciência em torno do meio ambiente, começando a se questionar e a se colocar como peça atuante do ecossistema. Essa mudança reflete no perfil do turista, que além da busca por lugares calmos, belas vistas e contato com a natureza, tem buscado também uma experiência mais profunda de contato e entendimento da importância da integração e da proteção da biodiversidade, proteção do meio ambiente, dos recursos naturais, da saúde e do bem-estar. O termo começou a chegar ao Brasil no final dos anos 80 e foi ganhando mais força, sendo aprimorado e conceituado com o aumento do debate sobre o meio ambiente. Na Rio 92, o desenvolvimento sustentável foi introduzido de forma direta e o o ecoturismo ganhou muito mais força.
Precisamos estudar, pesquisar, debater, experimentar e colocar em prática. Sem demagogia, o ecoturismo me ensinou que o equilíbrio é o melhor caminho. De nada adianta ficarmos reclamando das grandes indústrias poluidoras se não assumirmos nossa parcela de culpa e não nos colocarmos à disposição de uma mudança de mentalidade e da união de esforços. Devemos buscar não uma, mais muitas formas de melhoramos nossa eficiência em nos organizarmos como modelo econômico, social, urbanístico, energético e ambiental. Na minha opinião o ecoturismo não é uma das soluções para preservação do meio ambiente, mas sim um reflexo da mudança de conscientização da população.
O MBE trouxe para mim a compreensão de que meio ambiente é muito mais que imaginava. Meio ambiente hoje é política, sociedade, saúde, bem-estar, mídia, economia, transporte, urbanismo, alimentação… entre tantos outros que passei a perceber como integrados e relacionados. Hoje me sinto seguro e atualizado para atuar em qualquer área e sempre com uma visão ampla e participativa em todos os quesitos da atividade em que eu exerça.

Inscrições Abertas:

O Processo Seletivo da 40ª turma de Especialistas Ambientais da Coppe | UFRJ já está aberto. Para saber mais informações sobre o curso ou sobre como submeter sua candidatura, visite as páginas a seguir:

Mais Informações    Contato